OBJETIVOS

  • Discutir sobre as possibilidades dos usos das tecnologias digitais da informação e da comunicação (TDICs) no ensino de língua estrangeira;
  • Refletir sobre a personalização do ensino e os novos desafios sobre o uso de ferramentas digitais disponíveis no mercado atual de forma colaborativa, autônoma e crítica;
  • Repensar a prática docente para a implementação das TDICs no contexto do ensino de línguas;
  • Conhecer e analisar formas de usar as TDICs, por meio de diferentes metodologias de ensino-aprendizagem, de modo a buscar o melhor uso dessas ferramentas digitais para a formação dos seus usuários em consonância com as necessidades emergentes do século XXI.

Carga horária do curso: 12 horas

Data: Dia 28 de julho das 9h às 18h
Data: Dia 29 de julho das 9h às 13h
Valor do investimento: R$ 528,00

CONTEÚDOS

Parte I – TDICs: Concepção, Implementação e Gestão no ensino de língua estrangeira

  • Concepção das TDICs – design x modelos didáticos;
  • Implementação das TDICs – objetivos técnicos x objetivos pedagógicos;
  • Gestão das TDICs em sala de aula x escola;
  • Estudo de CASO I – Análise/reflexão sobre questões prático-teóricas.

Parte II – TDICs: Usos, desafios e possibilidades no ensino de língua estrangeira

  • Uso das TDICs – idealização e forma;
  • Desafios do mercado atual: cibercultura x ensino-aprendizagem;
  • Conhecimento coletivo e distribuído Escola 1.0 x Escola 2.0;
  • Estudo de CASO II – Análise/reflexão sobre questões prático-teóricas.

foto-tanziAdolfo Tanzi Neto

Iniciou seus estudos universitários na área da educação na Broward Community College, Florida – EUA. Graduado em letras dupla licenciatura Inglês/Português pela PUC-SP. Mestre em Linguística Aplicada na área de concentração: Linguagem e Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da EAD pela Universidade Federal Fluminense e Doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP, com estágio doutoral na Universidade de Oxford, Inglaterra. Suas pesquisas têm o foco no uso das tecnologias digitais em sala de aula, no ensino híbrido e na arquitetônica social escolar baseado nos estudos de Bakhtin e Vygotsky e nos estudos de poder e controle de Bernstein para analisar o contexto social escolar presencial e digital e suas interrelações entre discursos e artefatos.