Histórico do curso

“formação inicial para o exercício da docência na Educação Infantil e nos anos

iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio, na modalidade Normal,

e em cursos de Educação Profissional, na área de serviços e apoio escolar, bem como

em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos”

Conselho Nacional de Educação, as Diretrizes Curriculares

Nacionais para o Curso de Graduação / Licenciatura

em Pedagogia (Resolução CNE/CP nº 1) (BRASIL, 2006)

Pensado a partir das normas para a formação do pedagogo generalista, o curso de pós-graduação lato sensu em pedagogia bilíngue amplia o conceito de docência e incorpora o exercício da atividade de ensino e de aprendizado de língua inglesa e em língua inglesa. Essa constitui a base sobre a qual este curso é concebido, supondo o desenvolvimento de estudos teórico-práticos, investigação e reflexão crítica acerca de níveis variados de atividades pedagógicas. São considerados necessários muitos saberes que oferecem contribuições significativas para a concepção do pedagogo bilíngue – notadamente “o filosófico, o histórico, o antropológico, o ambiental-ecológico, o psicológico, o linguístico, o sociológico, o político, o econômico, o cultural” (BRASIL, 2006), e,  por outro, a compreensão dos níveis de planejamento, acompanhamento, execução e avaliação de projetos pedagógicos, processos educativos e experiências educacionais, em ambientes diversos em que a vivência na diversidade linguística e cultural são essenciais. O repertório dos participantes será enriquecido de muitas habilidades e competências e composto por pluralidade de conhecimentos teóricos e práticos fundamentando-se em princípios de biletramento, interdisciplinaridade, contextualização, democratização do uso de tecnologias e novas abordagens, pertinência e relevância social – local e global, neurociência, modalidades educacionais: presencial, híbrido ou à distância.

No recorte deste curso, será requisito imprescindível o conhecimento da escola bilíngue ou internacional como organização e o reconhecimento de seu espaço social de forma a contribuir com saberes e valores que auxiliem na construção de currículos mais robustos e eficazes.

O campo de atuação profissional dos participantes amplia-se na área de docência na Educação Infantil, dos anos iniciais do Ensino Fundamental ou no apoio educacional em outras modalidades e em outras formas de atendimento adotadas em instituições escolares;  em gestão, como diretor, assistente de direção, orientador educacional ou coordenador nas diferentes unidades de educação básica de sistemas ou redes de ensino bilíngue e/ou internacional;  como supervisor de ensino ou como profissional de planejamento, execução, coordenação, acompanhamento e avaliação educacional assim que a legislação brasileira se estabeleça em relação à educação bilíngue e/ou internacional.

O curso propõe 360h-aula em 12 disciplinas, organizadas em três grandes eixos temáticos ou áreas de pesquisa: Identidade e  organização, Letramento e diversidade e Gestão e orientação de sala de aula.

Disciplinas do curso

  • Metodologia Científica – 60h
  • Educação e linguagens / Comunicação e competência global – 25h
  • Abordagens pedagógicas – EI e séries iniciais – 25h
  • Mente, Cérebro, Saúde e Educação – 25h
  • Organização e gestão pedagógica da grade curricular – 25h
  • Abordagens pedagógicas – 25h
  • Abordagens pedagógicas – CLIL, EMI / Competência Global – diversidade – 25h
  • Abordagens pedagógicas – multiletramentos – 25h
  • Abordagens pedagógicas – Itinerários EM: diversas metodologias – 25h
  • Fundamentos pedagógicos – 25h
  • Abordagens pedagógicas – Educação inclusiva: NEE – 25h
  • Saberes docentes – 25h
  • Abordagens pedagógicas – Programas Bilíngues, Internacionais (EF) / Internacionalização ES – currículo: desafios e possibilidades / Multiculturalismo – mobilidade estudantil – 25h
  • Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia – 40h
  1. O que é o curso?

Curso totalmente direcionado aos profissionais interessados em investigar e compreender as demandas do cotidiano escolar relacionadas à ação docente em língua estrangeira, aos problemas gerais das escolas, das áreas ou departamentos de língua inglesa ou ainda aos cursos bilíngues e internacionais, tanto nos segmentos de educação básica como no superior, em todas as disciplinas. O curso oferece uma iniciação à atividade investigativa e crítica das práticas, da cultura e do saber escolar, necessária à formação de um docente preparado para enfrentar os desafios de uma sociedade com demandas educacionais complexas, visando ao desenvolvimento global do estudante.

 

  1. Qual o objetivo deste curso?

Formar um profissional reflexivo que desenvolva saberes relacionados à ação docente; propiciar a articulação entre formação inicial e continuada dos participantes que serão responsáveis pela organização da aprendizagem e da ensinagem em seus ambientes de trabalho; desenvolver o pensamento crítico em relação à educação em língua adicional; estimular e promover o ensino de L2 voltada à educação; contribuir para a reflexão sobre esta nova modalidade educacional e possibilitar o desenvolvimento linguístico em L2.

 

  1. Por que escolher este curso e não um outro semelhante? Qual o diferencial?

O curso de pós-graduação em Educação Bilíngue foi desenvolvido por profissionais das áreas de pedagogia, letras, gestão escolar e psicologia com vasta experiência em contextos escolares em todo o Brasil. Nossos tutores vivenciam o dia a dia da educação bilíngue e/ou internacional como professores, coordenadores, diretores, tutores ou formadores de professores, pois acreditamos que essa seja uma condição essencial para que o olhar crítico e calcado na realidade esteja presente nas atividades propostas durante os módulos do curso e na escolha da bibliografia sugerida. Os participantes têm acesso a estudos de caso concretos, além de contarem com apoio e orientação para elaborarem trabalhos pertinentes à dialética academia – mercado de trabalho.

 

  1. Quem é o público alvo?

Este curso destina-se a docentes de todas as áreas de conhecimento que pretendem potencializar sua formação para o exercício das atividades referentes à docência, orientação e gestão escolar bilíngue e/ou internacional. É necessário ser graduado em qualquer área da educação básica (Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais) ou em áreas afins – psicologia, educação, gestão escolar exercendo funções docentes.

 

  1. Há algum processo seletivo? Qual?

O participante deverá apresentar certificado de conclusão da graduação.

 

  1. Quanto tempo de duração?

18 meses, 3 semestres

 

  1. Qual a carga horária do curso?

400h – 360h divididas em três eixos (12 disciplinas): Identidade e organização; Letramento e diversidade; Gestão e orientação de sala de aula + 40h de orientação presencial e desenvolvimento de monografia

 

  1. É presencial, híbrido ou online?

O curso é totalmente presencial e acontece na unidade Sumaré do centro universitário

 

  1. Qual os dias e horários das aulas?

São encontros semanais, aos sábados, das 8h às 13h15

 

  1. Quem são os professores?

Doutores, mestres e especialistas nas diversas disciplinas, todos envolvidos com pesquisa, orientação, coordenação escolar e aulas de diversas disciplinas em todos os segmentos.

 

  1. Como são as aulas?

Os módulos de curso são independentes embora sua organização tenha sido pensada de modo que qualquer sequência pedagógica adotada forme um todo lógico e coerente ao final do curso. Cada um dos semestres oferece 40 encontros de 3 horas-aula presenciais expositivas, interativas, híbridas, que supõem pelo menos o mesmo número de horas de estudo, preparação e construção de portfólio formativo.

 

  1. Qual a forma de avaliação das disciplinas?

Cada disciplina propõe uma avaliação somativa em formato de prova escrita, trabalho final individual ou apresentação final individual ou em grupo, em seminários.

 

  1. As aulas são ministradas em inglês ou português? A bibliografia do curso é em português?

As aulas poderão ser em inglês ou em português, de acordo com o conteúdo a ser explorado. Tanto a bibliografia geral do curso como a específica de cada disciplina será, em sua maioria, em inglês, pois ainda não há muito material em português sobre o assunto.

 

  1. Tenho que ser fluente em inglês? Que nível de inglês preciso ter para acompanhar o curso?

Sugerimos que o aluno tenha pelo menos habilidades leitora e de escuta bem constituídas na língua estrangeira. Mesmo quando as aulas são em inglês, não existe a exigência de que o aluno exponha suas ideias e/ou questionamentos em inglês.

 

  1. O Centro Universitário Sumaré é reconhecido pelo MEC? E o curso?

Sim. O Centro Universitário Sumaré é muito bem avaliado pelo MEC. O curso, por ser novidade, está em processo de reconhecimento.

 

  1. Que significa que o curso é uma parceria com o São Paulo Open Centre?

Todo o processo de definição e elaboração do curso foi feito a quatro mãos a fim de que a ponte entre o mundo da academia e o cotidiano escolar seja real.

 

  1. Quem é o São Paulo Open Centre?

O São Paulo Open Centre nasceu em 2013 como um centro autorizado para aplicação de exames de proficiência de inglês. Fundado e gerido por educadores, e com um forte DNA de desenvolvimento de professores e gestores da educação, a empresa passou a oferecer formação inicial e continuada de docentes e lideranças educacionais, tornando-se referência com seus cursos nas áreas de educação bilíngue, neurociência e ensino de língua. Encarando a educação como uma ciência em constante mutação, o São Paulo Open Centre tem como missão “manter o aprendizado em movimento”.

 

  1. Qual o investimento? E a forma de pagamento?

18 parcelas de  R$ 399,00

 

  1. Como é a avaliação final de curso?

É uma monografia desenvolvida individualmente a partir do quinto semestre cursado pelo aluno, em que haverá a disciplina presencial de orientação e elaboração do trabalho de conclusão, que será apresentado em data definida ao longo da disciplina de orientação.

 

  1. Quando é o início do curso?

05 de outubro, pois as disciplinas estão organizadas bimestralmente.

 

  1. A quem devo perguntar se tiver dúvidas sobre pagamentos, frequência, documentação, notas?

À secretaria do Centro Universitário Sumaré.

 

  1. A quem devo perguntar se tiver dúvidas específicas sobre a organização das disciplinas, professores, métodos de avaliação ou organização da grade curricular?

À coordenação do curso.

 

  1. Quem coordena o curso?

Mônica Hermini de Camargo é doutora e mestre em Literatura Inglesa, graduada em Letras Português e Inglês pela Universidade de São Paulo, especialista em Psicopedagogia, Coordenação Pedagógica e Administração Escolar e em Tradução e Interpretação. Atua por mais de 30 anos como professora e coordenadora de Língua Inglesa em escolas da rede privada no segmento do Ensino Fundamental, Médio e Superior, autora de material didático pela Richmond Publishing – Editora Moderna, Saraiva e FTD. Atualmente é professora convidada do curso de pós-graduação em Ensino de Língua Inglesa lato-sensu da Universidade Metodista, São Bernardo do Campo, examinadora oral Cambridge Assessment English, tutora dos cursos CELT Primary, CELT Secondary e CLIL – Content and Language Integrated Learning, e coordenadora acadêmica do São Paulo Open Centre.

Contato: [email protected]

 

Maria Elena de Abreu Vercesi é mestra em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo (USP). Graduada em Pedagogia pela Universidade São Marcos. Experiência de 20 anos com projetos educacionais; Formação continuada de docentes; Gestão cultural em projetos para ONGs. Experiência de 20 anos em direção e coordenação escolar, elaboração de material didático-pedagógico para avaliação da aprendizagem e docência do Ensino Superior. Experiência de 06 anos no Ensino Superior. É professora e coordenadora do Curso de Pedagogia e pró-reitora do Centro Universitário Sumaré.

Contato: [email protected]

Corpo Docente

Adolfo Tanzi Neto iniciou seus estudos universitários na área da educação na Broward Community College, Florida – EUA. Graduado em letras dupla licenciatura Inglês/Português pela PUC-SP. Mestre em Linguística Aplicada na área de concentração: Linguagem e Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da EAD pela Universidade Federal Fluminense e Doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP, com estágio doutoral na Universidade de Oxford, Inglaterra. Suas pesquisas têm o foco no uso das tecnologias digitais em sala de aula, no ensino híbrido e na arquitetônica social escolar baseado nos estudos de Bakhtin e Vygotsky e nos estudos de poder e controle de Bernstein para analisar o contexto social escolar presencial e digital e suas interrelações entre discursos e artefatos.

Ana Paula Piccarone Gonçalves Ribeiro possui graduação em Pedagogia pela Associação Educativa Campos Salles (1989). Tem experiência na área de Educação, especialista em Psicopedagogia, Orientação Familiar, Neuroaprendizagem com ênfase em Psicanálise e docência em ensino superior, Terapia Psicossomática, Terapia Familiar e de Casais. É diretora da área de Desenvolvimento Humano da ONG Viva e Deixe Viver. Atualmente atende em consultório particular e desenvolve trabalho de apoio aos estudantes no Instituto de Ensino e Pesquisa – Insper.

Denise Aparecida Masson é bacharel e licenciada em Letras, Português e Linguística, pela Universidade de São Paulo. É doutora em Semiótica e Linguística Geral também pela USP, tendo trabalhado com pesquisa sobre processos de leitura e produção de texto em geral, inclusive em Língua Estrangeira – Inglês como segunda língua, e especificamente em processos de avaliação em leitura e produção de texto, como a prova de redação do vestibular FUVEST. Participou de bancas de avaliação na UNICAMP por seis anos, e no ENEM, especialmente em São Paulo. Colaborou com o SARESP de 9EF e de 3EM pela Fundação VUNESP, também pelo município de São Paulo, por 4 anos. Escreveu para a Revista Brasileira de Linguística, para a ABRALIN – Associação Brasileira de Linguística, para cursos na Casa das Rosas – Formação de Escritores Amadores, e para diversos processos de treinamento de professores. Atualmente prepara projeto de pós-graduação em Leitura, Produção de Texto e Neurociência, além de liderar a Assessoria de Português do Colégio Albert Sabin, ser responsável pelos projetos de pré-iniciação científica da instituição e de participar de diversos processos de assistência em formação de professores de Português.

Eduardo Francini é graduado em Letras e Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem (IEL – UNICAMP) e em Pedagogia. É diretor assistente no CLQ – Colégio Luiz de Queiroz (Piracicaba-SP). Professor e consultor pedagógico; examinador oral de Cambridge Assessment English, Departamento de Exames da Universidade de Cambridge; foi coordenador e assessor do programa de dupla certificação no Brasil (Texas Tech University e University of Missouri High School).

Fabiana Cabrera Silva Santos é doutoranda em Educação pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Mestra em Educação pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e Especialista em Formação de Professores pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Coordenadora Pedagógica da Educação a Distância da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e do Programa Nacional de Formação Professores da Educação Básica (PARFOR). Docente no curso de Pedagogia e em cursos de Especialização Lato Sensu (UMESP).

Fátima Fernandes Sousa Trindade é graduada em Psicologia e Pedagogia, pós-graduada em Administração de Empresas e em Consultoria de Carreira. Tem mais de 30 anos de experiência como coordenação pedagógica e educacional em escolas do segmento privado da Educação Básica. Atuou também como orientadora profissional, membro e presidente da Associação Brasileira de Orientação Profissional (gestão 2007-2009), direção adjunta do Colégio Franciscano Pio XII (2007 a 2011) e está na direção do São Paulo Open Centre desde a sua fundação em 2013, sendo sócia fundadora e diretora executiva deste.

Glaucia Savioli Fisner Piva é graduada em Administração, Pedagogia e especializada em Psicopedagogia Clínica – Arteterapia, sendo que sua área principal de interesse principal está na educação infantil e nas séries iniciais. Foi professora em colégios renomados de São Paulo, atualmente atende em consultório particular – Psicopedagogia Clínica e Institucional – e é docente nos cursos de pós-graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Neurociência aplicada à Educação na Universidade Anhembi Morumbi.

Marcelo Furlin é pós-Doutorando em Letras pela Universidade de São Paulo e Mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Metodista de São Paulo. Professor universitário há 15 anos e docente de língua inglesa há mais de 30 anos. Consultor Acadêmico na área de educação. Examinador oral de Cambridge Assessment English.

Marcelo M. Rangel é graduado em Letras – inglês pela PUC-SP e mestre em Linguística pela USP. Tem certificações internacionais de renome: CPE, CELTA e TKTs. Rangel tem vasta experiência na área de educação atuando como professor de inglês em institutos de idioma, coordenando curso Middle School em escola bilíngue de São Paulo e desenvolvimento de material didático para desenvolvimento linguístico em gramática e pronúncia. Atualmente, faz parte da equipe responsável pelo curso de pós-graduação em bilinguismo e educação bilíngue em renomado centro universitário de São Paulo.

Mirela Cunha Cardoso Ramacciotti
Graduação em Direito pela Universidade de São Paulo (1992). Complementação Pedagógica em Inglês pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1994). Formação como Tradutor e Intérprete pela Associação Alumni (1996). Pós-Graduação em Linguística Aplicada ao Ensino de Inglês pela Universidade de Birmingham – Inglaterra (2003). Curso de Extensão em Neurociências e Educação pela PUC COGEAE (2012). Pós-Graduação em Neurociências e Psicologia Aplicada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2014). Curso de Extensão em Mente, Cérebro, Saúde e Educação (Mind, Brain, Health & Education) pela Harvard Extension School of Education (2016). Mestrado em Educação Interdisciplinar na Johns Hopkins University (2019). Autora do livro Aprender: entendendo o cérebro e das Coleções Callis e Phases para Ensino da Língua Inglesa (Ed. Poliedro).

Mônica Hermini de Camargo é doutora e mestre em Literatura Inglesa, graduada em Letras Português e Inglês pela Universidade de São Paulo, especialista em Psicopedagogia, Coordenação Pedagógica e Administração Escolar e em Tradução e Interpretação. Atua por mais de 30 anos como professora e coordenadora de Língua Inglesa em escolas da rede privada no segmento do Ensino Fundamental, Médio e Superior, autora de material didático pela Richmond Publishing – Editora Moderna, Saraiva e FTD. Atualmente é professora convidada do curso de pós-graduação em Ensino de Língua Inglesa lato-sensu da Universidade Metodista, São Bernardo do Campo, examinadora oral Cambridge Assessment English, tutora dos cursos CELT Primary, CELT Secondary e CLIL – Content and Language Integrated Learning, e coordenadora acadêmica do São Paulo Open Centre.